Blog da Cookie

Conteúdos exclusivos sobre nutrição, saúde, estética e marketing para nutricionistas

Início / Marketing e Carreira / Como me Tornei um Nutricionista Empreendedor: sucessos e fracassos

Buscar no Blog

  • Compartilhar post

17.08.2017

Como me Tornei um Nutricionista Empreendedor: sucessos e fracassos

Como nutricionista, profissional da área de saúde, alimentação e nutrição, eu passei por muitos problemas… Além da Cookie® Tecnologia e Marketing, eu tive outras 2 empresas (uma quando recém-formada e outra que andou temporariamente junto à Cookie®) e atendi em consultório e academias por 7 anos. Mesmo assim, eu vivia sempre em instabilidade financeira! Foi muito difícil ter o sucesso e a realização profissional que eu tenho hoje, porque eu errei muito.

Sim, eu já pensei em desistir! :/

desistir

Sabe por que eu não desisti? Porque eu sempre fui muito apaixonada pela nutrição! Além disso, sou muito otimista, o que algumas vezes foi um problema (lendo esse post até o final você vai entender o porquê). E vendo várias pessoas tendo sucesso nos seus negócios, acabei tentando novamente. Várias vezes. Eu me formei ao final de 1997 (sim, sou um pouco mais velha que a maioria das pessoas que estão lendo esse post, rsrsrsrs), uma época em que os profissionais de saúde, alimentação e nutrição não pensavam efetivamente em negócios.

colação de grau

Eu nunca nem tinha ouvido a palavra empreendedorismo!

Mas com pouco tempo de formada eu comecei a investigar o que eu poderia fazer para ganhar dinheiro, ter estabilidade e ser reconhecida como referência na minha área de atuação. Então eu identifiquei um problema: na graduação eu não tinha aprendido nada, absolutamente nada, sobre negócios. E então, mesmo percebendo que havia algo errado, basicamente continuei a fazer tudo do mesmo jeito, porque eu pensava que essas história de empreendedorismo não era para mim!

Foi aí que, ao final de 2001, eu passei por um grande problema.

Eu descobri que tinha uma má formação no cérebro: um hemangioma cavernoso, que ficou comigo durante toda a minha vida, quietinho, até os meus 25 anos. Só que ele estourou e eu tive um derrame! :( Ao final de 2002 passei por uma cirurgia para retirá-lo. Graças a Deus, foi tudo muito bem sucedido. Mas eu tive que ficar um bom tempo de repouso, sem atender pacientes até que eu me recuperasse. E isso novamente me desestabilizou financeiramente. Não reclamo. Cada fase foi uma aprendizagem. Além disso, minha saúde ficou impecável! Apesar das chances de ter sequelas de visão lateral, eu saí “linda, maravilhosa” e meio careca disso tudo. Os cabelos nasceram e eu nunca mais tive nada.

Nessa época meu consultório tinha um bom volume de pacientes (eu atendia todos os dias). Mas, feliz ou infelizmente, isso ainda não me dava satisfação financeira. Eu tinha lucro, mas não tinha independência. Eu amava atender e cuidar das pessoas, usava com carinho os conhecimentos aprendidos nas pós-graduações em Saúde Pública e em Nutrição Esportiva, mas precisava de me fortalecer profissionalmente.

001Meu primeiro consultório

Então não teve jeito! Eu tive que tomar uma atitude…

clique-aqui


Tags:

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades

De brinde você escolhe de um a cinco e-books sobre nutrição totalmente gratuitos.