Carrinho Vazio

Blog da Cookie

Nutrição e Saúde Bucal: Tudo a Ver!

saúde bucal

Saúde começa pela boca! Quem aí já escutou essa expressão?! E podemos afirmar: ela é verdadeira! A saúde bucal está intimamente relacionada à nutrição e vice-versa. Está enganado quem pensa que a saúde da boca e dos dentes está ligada apenas à estética! Além de fazer uma correta higiene dental, temos que ficar ligados quanto à qualidade e a quantidade de alimentos ingeridos diariamente, que é fator importante no que diz respeito a boa saúde nutricional, promovendo boa saúde bucal (que abrange o estado da gengiva, dos dentes, maxilares, quantidade e qualidade da saliva e sensibilidade do paladar).

A nutrição tem papel importante no que diz respeito à saúde bucal e imunológica. Por exemplo, infecções favorecem a desnutrição (e vice-versa), a desnutrição provoca disfunções no sistema imunológico e essa imunidade comprometida intensifica a doença infecciosa. As cáries, doenças periodontais (relacionadas aos tecidos envolvidos na fixação do dente ao osso), doenças das membranas mucosas, da língua e das glândulas salivares são infecciosas. Assim, o cuidado deve ser redobrado, para que não ocorra um círculo vicioso entre infecção, desnutrição e supressão da imunidade.

Então vamos falar um pouco mais sobre os micronutrientes que se associam diretamente com a saúde bucal? Eles são essenciais na construção e manutenção da saúde dos dentes.

  • Cálcio

O cálcio é o mineral mais abundante do organismo. Ele atua juntamente com o fósforo e é fundamental para a manutenção do tecido ósseo. O cálcio de fontes animais é mais prontamente disponível, porém ele também está presente em fontes vegetais. Mas atenção! O cálcio de fontes vegetais sofre a ação de substâncias como o oxalato e fitato, que reduzem sua absorção. A carência desse mineral leva a dentes fracos, deformação óssea, osteoporose, fraturas e fraqueza muscular.

Principais fontes: leites e derivados, cereais integrais, castanhas, soja e derivados, vegetais verde-escuros.

derivados do leite

  • Fósforo

O fósforo também é essencial para a construção de ossos e dentes fortes. As quantidades de cálcio e fósforo no organismo devem estar equilibradas entre si para que exerçam suas funções. Em casos isolados, a carência de fósforo pode causar desgaste dental, fraturas e até atrofia muscular. E em casos de excesso desse mineral há interferência na absorção do cálcio, aumentando a porosidade dos ossos e dentes, tornando-os frágeis. Por isso, é essencial saber a qualidade da sua dieta!

Principais fontes: leites e derivados, cereais integrais, leguminosas e carnes.

cereais integrais

  • Flúor

O flúor (fluoreto) é um elemento muito importante para a saúde dental e dos ossos. Ele é geralmente adicionado à água potável para ajudar a reduzir a incidência de cáries. Esse mineral natural ajuda a endurecer o esmalte dos dentes permanentes, além de atuar durante os processos de desmineralização e remineralização que ocorrem naturalmente na boca.

Principais fontes: água potável e cremes dentais.

água fluoretada

Atenção: Se a água que você bebe vem de uma rede pública de abastecimento, ligue para a empresa e saiba se a água é fluoretada. Mas para quem ingere água que vem de poços artesianos, o ideal é analisá-la em algum laboratório para verificar seu índice de flúor.

  • Vitamina C

O ácido ascórbico, entre outras funções, estimula o sistema imunológico, protegendo o organismo. Ele ajuda a reduzir a destruição tecidual, estimula a cicatrização, aumenta a resistência óssea e a velocidade de formação do osso. Além disso, a vitamina C ativa a produção de colágeno pelo corpo humano, sendo o colágeno um importante componente da gengiva.

Principais fontes: acerola, pimentão vermelho cru, goiaba, kiwi, brócolis cru, maracujá, mamão papaya, laranja, limão, morango, repolho. Para minimizar as perdas de vitamina C durante o cozimento dos vegetais, faça-o à vapor. E conserve as preparações na geladeira, longe da luz e do calor.

acerola

  • Vitamina B12

A vitamina B12, ou cianocobalamina, faz parte de uma família de compostos denominados genericamente de cobalaminas. É uma vitamina hidrossolúvel que é liberada pela digestão de proteínas de origem animal. Sabe-se que a formação das terríveis e doloridas aftas está diretamente ligada a um sistema imunológico fraco. Pode significar também carência de vitamina B12. Sua ausência no corpo pode provocar ferimentos nos lábios e na língua.

Principais fontes: Alimentos de origem animal – carnes, ovos e derivados do leite.

  • Lisina

A lisina é um aminoácido que exerce uma função de redução de feridas e diminuição das taxas de multiplicação de vírus no organismo. Isso deve ao fato dos alimentos ricos em lisina estimularem a produção de enzimas e anticorpos que fortalecem o sistema imunológico. Além disso, este aminoácido também facilita a absorção de cálcio pelos dentes.

Principais fontes: carnes, ovos e derivados do leite.

carnes

O que evitar?

refrigerantes

  • Refrigerantes, limão, abacaxi e vinagre quando consumidos em grande quantidade são prejudiciais à dentina e ao esmalte dos dentes. Estes alimentos provocam corrosão, favorecendo o que se chama de erosão ácida, que se manifesta sob a forma de desgaste da estrutura do dente, mesmo na ausência de cáries. O consumo desses alimentos, sem a devida escovação logo sem seguida pode provocar a sensibilidade à alimentos frios.
  • Açúcar demais provoca cárie! Todos sabemos disso, não é mesmo? O açúcar é o principal substrato das bactérias causadoras da placa bacteriana, que está associada ao aparecimento das cáries e do mau hálito. Sendo assim, evite ao máximo o consumo de balas, chocolates e alimentos com muito açúcar no período entre as refeições. E, caso os consuma, escove os dentes e use fio dental imediatamente depois.

 ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

Deu pra perceber que, além de seguir uma rotina constante de cuidado dental (escovação dos dentes, uso do fio dental), alimentar-se bem e com cuidado na escolha dos alimentos é essencial para sempre manter a saúde oral? Alie o tratamento de seu odontólogo com o de seu nutricionista. A nutrição afeta o bem estar bucal e o bem estar bucal afeta a nutrição!

                                                                               ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦ ♦

dia nacional da saúde bucalE hoje, dia 25 de outubro é o Dia Nacional da Saúde Bucal! O dia de hoje tem como objetivo conscientizar a população sobre uma boa higiene bucal, que é capaz de prevenir várias doenças e, além disso, é capaz de promover a saúde integral do indivíduo! Deixamos aqui o nosso muito obrigado aos dentistas, que sempre nos conscientizam e cuidam do nosso sorriso!

.

Gostou do post?

Texto: Anne Karoline
Revisão: Ju Tolêdo

Bibliografia Consultada:

PANIZ, C.; GROTTO, D.; SCHMIDIT, G.C.; VALENTINI, J. SCHOTT, K.L.; POMBLUM, V.J.; GARCIA, S.C. Fisiopatologia da deficiência de vitamina B12 e seu diagnóstico laboratorial. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, Rio de Janeiro, v. 41, n. 5, p. 323-324, 2005

NARVAI, P. C. Cárie dentária e flúor: uma relação do século XX. Revista Ciência e Saúde Coletiva, v. 5, n. 2, p.381-392, 2000.

Instituto Mineiro de Endocrinologia

Deixe o seu comentário

Carrinho Vazio