Carrinho Vazio

Blog da Cookie

Fast Food? Slow Food? Junk Food? Nutricionista, Conheça as Diferenças!

Fast Food, Junk Food, Slow Food

Nutricionista, você já parou para pensar na infinidade de denominações para as formas de alimentação que aparecem diariamente? Fast food, junk food, slow food… são tantas formas diferentes de se alimentar que é comum que os pacientes fiquem confusos e sedentos por informação. Por isso vamos falar um pouco mais sobre isto para você! Vem com a gente!

Mas antes, leia este trecho:

Estudos realizados com a população brasileira revelam mudanças nos hábitos alimentares. Entre a população vem ocorrendo substituição de alimentos tradicionais, como o arroz e feijão, por alimentos de baixo conteúdo nutricional e alta concentração energética, como os fast foods e as guloseimas.

Que tal saber as diferenças?!

Fast food

Fast Food

É comum que esta denominação seja referida com frequência à comida vendida em lojas de grandes redes de alimentação, como sanduíches, batatas fritas e pizzas. Porém, este conceito também se aplica à outros tipos de refeições que são preparadas com rapidez.

A cultura dos fast foods chegou por intermédio da vida com menos tempo e mais obrigações. Assim, refeições prontas em menos de 10 minutos e extremamente saborosas se tornaram o alvo principal para a população.

Antes da implementação do sistema de alimentação fast food, o momento da refeição e todo o seu ritual tinha outro significado. Hoje, comer em fast food é um novo hábito e ainda exerce sobre nós um imenso fascínio social, pois enquando uns veem nessa forma de comer uma necessidade, outros encontram nela prazer, realização, lazer e status.

Slow Food

Slow Food

A denominação slow food surgiu no ano de 1986 para contrastar com o conceito de fast food. O movimento prega a melhora da qualidade da alimentação com um maior tempo para prepará-la e saboreá-la! O princípio básico desta filosofia de vida é o direito do prazer à alimentação, utilizando produtos naturais de qualidade especial, produzidos de forma que respeite tanto o meio ambiente quanto as pessoas responsáveis pela produção dos alimentos.

Bom, limpo e justo: é como o movimento acredita que deve ser o alimento. Deve ter bom sabor, cultivado de forma limpa (sem prejudicar a saúde, o meio ambiente ou os animais) e os produtores devem receber o que é justo pelo seu trabalho.

Junk Food

Junk Food

Traduzido literalmente do inglês: comida lixo. Surpreso com esta denominação? Pois é! O conceito de junk food se dá para aqueles alimentos que são ricos em calorias, gorduras, açúcares, sódio, aditivos alimentares e que, portanto, possuem baixa qualidade nutritiva.

Quem não se rende à uma batata frita, um pastel ou um bom sanduíche de vez em quando? Conscientizar-se que este tipo de alimento não deve estar presente em grandes quantidades e regularmente na dieta é o caminho. Ou seja: consumir este tipo de alimento não é proibido! O ideal é evitá-los! Comer pizza, cachorro-quente e outros tipos de junk foods todos os dias é uma baita bomba para sua saúde, porém há momentos que podem sim ser desfrutados com este tipo de alimentação.

O que achou?

Junk Food

É importante que você tenha em mente que fast food nem sempre é sinônimo de junk food. Assim como slow food nem sempre é sinônimo de comida saudável. Saber escolher os alimentos e ter consciência daquilo que se está comendo é um dos primeiros passos para comer bem e fazer as pazes com a comida. Nutricionista, trabalhe isto com seus pacientes! Lembra-se do trecho que citamos no início deste post? Ele é um alerta! Faça um trabalho de forma sustentável e que acompanhe, com responsabilidade social, as mudanças do mundo.

Nós somos a favor do comer bem. Somos a favor de desfrutar da saúde e fazer as pazes com a comida!

◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊◊

Siga cookie no instagram

Texto: Anne Karoline
Revisão: Ju Tolêdo

Bibliografia Consultada:

SALVATTI, A.G.; ESCRIVÃO, M.A.M.S.; TADDEI, J.A.A.C.; BRACCO, M.M. Padrões alimentares de adolescentes na cidade de São Paulo. Revista de Nutrição, Campinas, v. 24, n. 5, p. 703-713, 2011.

Site Slow Food Brasil

Deixe o seu comentário

Carrinho Vazio