Carrinho Vazio

Blog da Cookie

Abacaxi Emagrece: Verdade Ou Mentira?

Abacaxi Emagrece

Todos os dias, milhares de pessoas vão em busca de dietas para emagrecer rápido. O Google está aí para não nos deixar mentir! São variados tipos de planos alimentares que prometem emagrecimento rápido e efetivo, além de enfatizarem as belezas de ter um corpo esbelto. Mas será mesmo que as dietas para emagrecer são saudáveis? Elas funcionam? Um dos grandes exemplos de dietas da moda, é a Dieta do Abacaxi. Mas, será que ela realmente é eficaz? O Abacaxi emagrece? É o que trouxemos para você!

O abacaxi (também conhecido como ananás) é uma fruta tropical, doce é ácida e cheia de nutrientes! Em 100 g da fruta, encontramos 48 kcal, 131 mg de potássio e 34,6 mg de vitamina C, além da presença (em menor quantidade) de cálcio, fósforo, magnésio, vitamina A, B1, B2, niacina e antioxidantes! Sua composição química varia de acordo com a época de produção e ele serve como matéria-prima para uma série de produtos, como geleias, sucos e compotas.

Mas… será que abacaxi emagrece?

Abacaxi

Essa história teve início em meados dos anos 80, com o surgimento da famosa Dieta de Beverly Hills! Idealizada pela atriz norte americana, Judy Mazel, a Dieta do Abacaxi prometia perda e manutenção do peso pelo efeito das enzimas contidas nas frutas, dentre elas o abacaxi.

O plano alimentar criado por Judy Mazel (que emagreceu 36 kg na época), não apresentava variedade alimentar, era dividido em 3 fases e preconizava o consumo ilimitado de poucas frutas (com destaque para o abacaxi) durante alguns dias. E essa atitude prometia a queima de gorduras, saciedade, detoxificação e purificação do organismo.

Judy Mazel

Judy Mazel e a famosa Dieta de Beverly Hills (Dieta do Abacaxi), em 1982

Então vamos por partes. Será que se alimentar apenas de abacaxi seria uma atitude capaz de levar à perda de peso? Se formos pensar bem, sim. A restrição alimentar exagerada obviamente leva à perda de peso, porém não sustenta um emagrecimento a longo prazo, além de facilitar o surgimento de deficiências nutricionais e transtornos alimentares importantes. Um estudo feito na época relatou que a Dieta do Abacaxi poderia contribuir para choque hipovolêmico, deficiência de potássio e arritmia.

Mas vamos ao abacaxi. Algumas pessoas acreditam que ele tem o poder de emagrecer por apresentar alto conteúdo de bromelinaenzima proteolítica presente no sumo da fruta. Ela pode facilitar a digestão de proteínas e, justamente por isso, o abacaxi é usado na culinária para amaciar carnes. Outra prova da ação da bromelina é ter que cozinhar o abacaxi antes de colocá-lo em gelatinas, pois o cozimento inativa a enzima, impedindo que ela quebre as ligações dos aminoácidos que formam a proteína da gelatina. Se você colocar o abacaxi cru na gelatina ela fica mole.Abacaxi e Carne

Viu só? O abacaxi pode ajudar na “quebra” de proteínas, mas não tem nada a ver com a digestão de gorduras! Tudo bem que o ácido da fruta pode ajudar na digestão como um todo, mas o estômago já tem ácido suficiente para isso, a não ser que o indivíduo apresente alguma doença gástrica. Além do mais, a digestão das gorduras começa na boca e nosso organismo produz substâncias específicas para emulsificá-las e hidrolisá-las, como é o caso da lipase sublingual, da lipase gástrica e da lipase pancreática.

E, mesmo que o abacaxi ajudasse na digestão de gorduras (o que não é verdade), facilitaria o ganho de peso, visto que adiantaria o processo e aceleraria a absorção dos lipídios pelo organismo. Ou seja: justificar a Dieta do Abacaxi pelo fato dela ajudar na queima de gorduras pela ação da enzima bromelina não faz o menor sentido. Essa dieta promove o emagrecimento rápido e não saudável por restringir alimentos importantes da dieta, em quantidade e qualidade. Além disso, não trabalha com nenhum tipo de mudança de atitude alimentar, o que torna a manutenção do peso, algo insustentável. Comer mal desta forma faz com que o corpo passe a utilizar estoques de massa muscular e gorduras para se manter, o que não é saudável e facilita o reganho de peso.

É válido lembrar que, para perdemos gordura, são necessários dois processos: lipólise (quebra) e oxidação (queima). E estes processos só serão possíveis a partir de fatores como, modulação da dieta e prática regular de atividade física. Não tem segredo e nem milagre! É tudo uma questão de bom senso.

mentira

Conclusão: abacaxi não quebra gordura, não emagrece e não evita o ganho de peso.

♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦

Gostou do post?

Cadastrar agora

 

Então cadastre-se em nosso site! Receba, semanalmente, muito conteúdo sobre Nutrição, Marketing e Saúde! Clique aqui!

 

 

Texto: Anne Karoline
Revisão: Ju Tolêdo

Deixe o seu comentário

Carrinho Vazio